Nas últimas semanas a Assessoria do Grão-Mestre para a Ética no Serviço Público reuniu-se com liderança das cidades de Santo Amaro da Imperatriz e Biguaçu, em parceria com o Observatório Social de São José, ministrando palestras e articulando os trabalhos iniciais para a criação de Observatórios Sociais nestes Municípios. Estiveram presentes nos dois eventos mais de 70 pessoas daquelas comunidades, entre vereadores, comerciantes, industriais, profissionais liberais, autônomos, militares, clérigos e representantes comerciais.

reun_saimp5

Em Biguaçu

O objetivo maior destas duas reuniões foi para que as lideranças locais pudessem conhecer melhor o trabalho realizado pelo Observatório Social de São José, e tomando-o como exemplo, assim fundar, em cada cidade, o seu Observatório, com vistas a melhor fiscalizar as ações e os gastos públicos do Executivo e do Legislativo Municipais.

O Irmão João Alfredo Freitas Gomes, Assessor do Grão-Mestre para a Ética na Administração Pública, ministrou nas duas cidades a palestra “Por que criar um Observatório Social em sua cidade?”.

E a Grande Loja de Santa Catarina, ao apoiar e fomentar tais iniciativas, também se faz presente num conjunto de ações levadas a cabo, com o intuito de tornar melhor a humanidade, a começar pelo nosso quintal; e de forma prática, atua na sociedade, fazendo com que o cidadão possa contribuir com o controle social, saindo de uma possível zona de conforto e ajudando os órgãos públicos de controle institucional a exercer melhor sua função, desta forma, maximizando os serviços públicos que retornam à sociedade.

Em Biguaçu

reun_biguacu9

reun_biguacu7

reun_biguacu8

reun_biguacu10

reun_biguacu11

Em Santo Amaro da Imperatriz

reun_saimp4

reun_saimp6

reun_saimp2