Nesta quinta-feira, 14 de fevereiro, representantes da Grande Loja Maçônica de Minas Gerais e da Grande Loja de Santa Catarina, estiveram no Ministério da Justiça, em audiência com o Ministro Sérgio Moro, onde entregaram o Projeto de Lei “Corrupção Nunca Mais”, criado pela Grande Loja Maçônica de Minas Gerais e desenvolvido no âmbito da Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil. Objetivo dessa iniciativa é que o Ministro Sérgio Moro possa inseri-lo no Projeto de Lei Anticrime que ele apresentará ao Congresso Nacional.

Tratada-Foto-16-02-2019-08-14-07

Na foto acima, a esquerda, o Irmão Flávio Rogério Pereira Graff, Grão-Mestre da Grande Loja de Santa Catarina; tendo ao seu lado, o Irmão Leonel Ricardo de Andrade, Ex-Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica de Minas Gerais. Ao centro, Sérgio Moro, Ministro da Justiça e Segurança Pública; e à sua esquerda, o Irmão Edilson de Oliveira, Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica de Minas Gerais. À direita da foto, o Irmão Geraldo Eustáquio Coelho de Freitas, Ex-Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica de Minas Gerais.

O Irmão Flávio Graff, Grão-Mestre da Grande Loja de Santa Catarina, esteve presente a convite do Irmão Edilson de Oliveira, Grão-Mestre da Grande Loja Maçônica de Minas Gerais, considerando que o Estado de Santa Catarina teve grande destaque nacional na coleta das assinaturas e por essa razão representou as demais Grandes Lojas brasileiras.

O Projeto de Lei “Corrupção Nunca Mais” foi apresentado pela Grande Loja Maçônica de Minas Gerais na XLVIII Assembleia Geral da CMSB (Confederação da Maçonaria Simbólica do Brasil), realizada em Belo Horizonte, em junho de 2014, e que foi abraçado por todas as Grandes Lojas Maçônicas do Brasil. Cópias do projeto inicial foram distribuídas e várias sugestões, oriundas de diversos Estados, aprimoraram o Projeto de Lei. Outras instituições e entidades foram convidadas e aderiram, consagrando ainda mais a campanha “Corrupção Nunca Mais”.

Esse Projeto prevê punições mais severas para crime de corrupção como mecanismo para evitar a prática desses delitos, reduzindo a impunidade existente em nosso país e reforçando a democracia. Mais informações podem ser obtidas no site oficial do Projeto de Lei “Corrupção Nunca Mais”, que pode ser acessado através deste link.

Tratada-Foto-16-02-2019-08-19-04